Português Brasil

Minhas observações sobre Aprendendo em Público

August 3, 2020 • ☕️ 3 min de leitura

Embora o termo seja novo para mim isso é algo que venho fazendo a bastante tempo. Tenho na minha cabeça o simples fato que não é possível aprender sozinho. Você sempre vai precisar que alguém já tenha feito algum trabalho anterior para que possamos fazer algo, principalmente nas fases iniciais. Não falo sobre questão da pesquisa de novas formas de fazer mas principalmente no início da carreira. Trabalho esse que vai desde escrever artigos, fazer vídeos, podcasts e até responder perguntas.

Quando é algo muito popular é bem mais fácil encontrar conteúdo mas no nosso dia a dia sempre nos deparamos algo nunca visto ou algo que não conseguimos encontrar respostas. No momento que estamos nesta situação e em fim conseguimos resolver, para mim sempre vem o dilema: se devo compartilhar isso com outros? Fazer isso geralmente é bem difícil e em muitos casos, requer muito tempo. Entre tando fazendo-o isso ajudará outros (e até nós mesmos).

Uma coisa que me capturou nos últimos meses foi o termo ”Aprender em público”, que significa basicamente sempre que você aprender algo, deixar que outras pessoas saibam disto ou tenham acesso a suas observações. Me deparei esse termo quando lia sobre ’Digital Garden’ no site da Maggie (https://maggieappleton.com) em uma emaillist que sou assinante. E logo tratei de saber mais sobre isso. Vi que muitas pessoas estão tentando fazer uma coisa.

Basicamente Digital Garden é forma como você organiza o conteúdo no qual você está aprendendo e aprendeu de forma que outras pessoas também possam usufruir do seu conteúdo. Em uma entrevista a onde a Maggie fala sobre do porquê do termo, ela aplica que uma ideia não apenas tem um lugar a onde publicamos ideias finalizadas, mas, coisas que vamos criando com o tempo, vamos regando e ele vai crescendo com forme o tempo.

A última coisa que li sobre compartilhamento orgânico foi neste artigo https://www.swyx.io/writing/learn-in-public-hack/. O autor fala sobre isso e da forma como isso realmente funciona. Algo que me chamou a atenção ”90% of people passively view content, 9% comment on content, 1% create”. Embora esse 1% parece ser um exagero, mas, se você parar para pensar não é. Tente pensar quantas vezes você pesquisando soluções no stackoverflow parou para comentar, dar um upvote, ou até responder uma pergunta. Geralmente o fluxo é pesquisa algo no google, abrir várias abas com os resultados de busca do stackoverflow, abrir a página, rolar até a solução, se aquela funcionar, fecha a aba. Se não for então procura em outra aba ou muda os termos da busca.

Embora não tenhamos nenhum compromisso devemos dar o crédito a iniciativas das pessoas de produzir conteúdo. Tenho feito isso de forma desorganizada a um tempo atrás quando tomei decisão de começar a trabalhar em projetos paralelos e deixa-los nos Github. Esse se tornou a forma como monitoro meu andamento na minha carreira. Cada projeto foi um momento histórico diferente. De vez enquanto recebo alguma mensagem de alguém que está usando alguma solução que fiz.

No começo de 2020 aconteceram vários fatores para que estivesse desfocado desde objetivo(que era a busca de conhecimento). Comecei a pisa no freio em busca de descanso. Nos meses anteriores estava em uma velocidade muito agressiva e estava ficando sem tempo para mim.

Entretanto, algumas semanas atrás me vi insatisfeito. Então tomei uma decisão de voltar a produzir algum tipo de conteúdo no meu site davidcosta.com.br com minhas anotações sobre aquilo que venho aprendendo e coisas que podem ajudar a vida de outras pessoas. Mas, desta vez irei tentar organizar o código de uma forma mais organizada. No meu Github ok, criei um repositório chamado ’learning-path’ que é justamente o lugar a onde tudo que pratico enquanto estou aprendendo é mantido. https://github.com/davidcostadev/learning-path

Inclusive até mantenho uma lista de cursos que estou fazendo e que já finalizei.

/image-learning-path.png


Se você ficou interessado em fazer o mesmo, Neste readme tem alguns links interessantes sobre como fazer isso: https://github.com/MaggieAppleton/digital-gardeners

Referências:


David Costa

Frontend Enginneer, mantenedor do projeto withmoney, do pacote do fastexpress e trabalha na Papa

Siga me no: TwitterGithub